Avanço da covid-19, no Brasil, é ‘muito preocupante’, alerta OMS

Design sem nome – 2020-12-01T095005.920

“O Brasil teve seu ápice (da covid-19) em julho. O total de casos estava diminuindo, mas em novembro os números voltaram a subir. O Brasil precisa levar muito a sério esses números. É muito, muito preocupante”, alertou, ontem (30), o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, sobre a tendência de alta em novos casos registrados diariamente no país.

O cenário da covid-19, no Brasil, preocupa especialistas. Compras de natal, período de férias e festas de fim de ano podem ampliar o contágio. Ao mesmo tempo, as máscaras e as medidas de isolamento social são abandonadas dia após dia, na contramão das melhores práticas orientadas pela ciência.

O Brasil é o segundo país com mais mortes no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, e terceiro em número de casos, atrás dos norte-americanos e da Índia.

Governos municipais e estaduais começam a se preocupar com o aumento de casos e mortes da covid-19. O Brasil sequer conseguiu deixar uma primeira onda de contágios, já que pouco fez para conter a pandemia. O país ostenta a marca de maior tempo no pico de mortes do mundo, mais de 14 semanas. Enquanto isso, testa muito pouco, até 10 vezes menos do que países europeus e Estados Unidos.

Fonte: Gabriel Valery/RBA, com edição Seeb Pelotas

Arte: Seeb Pelotas