Assim como o BB, Cassi e Previ correm riscos e é preciso agir

tag_bb_fragmentado

Estão sendo realizados em todo o país encontros estaduais e regionais do funcionalismo, em preparação ao 32º Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (CNFBB), marcado para o dia 8 de agosto com o tema “Construindo juntos o futuro do Banco do Brasil”.

Tanto a Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil (Previ) quanto a Caixa de Assistência dos Funcionários do BB (Cassi) estão sob rico, com propostas de mudança na legislação e na regulamentação, como é o caso da Previ, e de desmonte partindo da própria administração, no caso da Cassi. 

Durante os encontros, os diretores que representam os funcionários do BB, na Previ, apresentaram os dados positivos da entidade, desde o início de 2020, mostrando que, mesmo diante da crise provocada nos mercados financeiros pela Covid, a Previ alcançou bom desempenho.

Também a Previ, segundo o coordenador da Comissão de Empresa, está ameaçada com as propostas de mudança na legislação e na regulamentação dos planos que tramitam no Congresso Nacional e no CNPC (Conselho Nacional de Previdência Complementar).

Fonte: Contraf-CUT, com edição SEEB Pelotas e Região