Saúde mental e física da categoria bancária estão comprometidas

Design sem nome – 2021-03-03T224249.025

Uma triste realidade que deve agravar com a pandemia do novo coronavírus. O índice de adoecimento entre os bancários é 150% maior do que em outras categorias, segundo dados do INSS (Instituto Nacional do Serviço Social). As Ler/Dorts e os problemas mentais são os que mais afastam os trabalhadores das atividades.

O que já era ruim, piorou consideravelmente com o trabalho remoto, adotado para conter o avanço da Covid-19. A cobrança por metas e o aumento da jornada de trabalho, que não tem mais dia e nem hora, podendo acontecer inclusive tarde da noite ou no fim de semana, elevam o número de trabalhadores doentes. 

Mas não é só isso. Tem ainda a Ler/Dort, que, por conta de equipamentos inadequados, tendem a crescer. 

Fonte: SBBA, com edição SEEB Pelotas

Arte: SEEB Pelotas