Covid-19 em Pelotas: estudantes aparecem entre os quatro grupos com mais infectados

1245

Conforme tem sido divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), os estudantes estão entre os quatro primeiros grupos com maior incidência de contaminação pela covid-19, em Pelotas. Os três primeiros grupos seguem sendo: os profissionais da saúde (18,21%), trabalhadores do comércio (12,5%) e os idosos (12,5%)/. Os jovens ocupam a quarta posição, com 7,1% de casos confirmados.

Essa informação, que traz um panorama de como tem se dado a proliferação da doença, no município, precisa ser encarada como um alerta. De acordo com o relato da médica Maria Auxiliadora Martins, em entrevista divulgada pelo Jornal da Universidade USP (Universidade de São Paulo), não são apenas os jovens com comorbidades que têm a possibilidade de desenvolver complicações em decorrência da contaminação pela covid-19, mas também os que estão fora do grupo de risco.

Maria Auxiliadora é chefe da UTI de covid-19 do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP), da USP, e afirma que, o fato da forma mais grave da doença ser mais recorrente em pacientes com algum fator de risco, não significa que pacientes, jovens, sem nenhuma doença prévia, não tenham nenhuma possibilidade de ter complicações e mesmo virem a falecer devido à contaminação pela doença.

Seeb Imprensa Pelotas, com informações do Jornal da USP

Foto: Eduardo Menezes – Seeb Imprensa Pelotas