Acordo assinado: Bancários e Fenaban oficializaram nova CCT na última sexta (4)

Captura de Tela 2020-09-07 às 17.33.34

Na última sexta-feira (4), foi assinada a nova Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria bancária. A assinatura ocorreu após aprovação do acordo entre o Comando Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), em assembleias, por todo o país. Também foram assinados Acordos Coletivos de Trabalho (ACTs) com o Banco do Brasil e com a Caixa Econômica Federal.

O acordo assinado com a Fenaban garante para este ano reajuste de 1,5% mais abono de R$ 2.000 e a reposição do INPC para demais verbas como vale-alimentação e vale-refeição, assim como para os valores fixos e tetos da PLR. Para 2021, haverá aumento real de 0,5% (INPC + 0,5%) e aumento real de 0,5% para salários.

“Esse acordo é resultado de muito trabalho, muita negociação feita pelo Comando Nacional, que é muito plural e tem muita unidade. Representamos em torno de 90% da categoria. Tivemos assembleias virtuais de fechamento com um público recorde votando. Foi com uma representatividade muito grande, com mais de 110 mil bancários que participaram dessas assembleias. Isso é muito importante”, falou no evento de assinatura a presidenta da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramos Financeiro (Contraf-CUT), Juvandia Moreira, que é uma das coordenadoras do Comando Nacional dos Bancários.

Com informações da Contraf-CUT