Bandeira laranja passa a valer nesta terça-feira (1) em Pelotas

50097505451_883ce43c6d_c

Apesar da região de Pelotas ingressar em bandeira laranja, medidas de combate à pandemia não sofrerão alterações

A partir desta terça-feira (1), passa a valer em Pelotas a bandeira laranja (risco médio), segundo o distanciamento controlado do governo do Estado. O município manterá os protocolos que estão em vigor desde o dia 17 de agosto, quando aderiu ao Plano Regional de Enfrentamento à Covid-19, elaborado pela Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul). A manutenção das medidas visa prevenir uma piora no cenário local.

Em reunião de prefeitos da Azonasul, realizada ontem (31), ficou acordada a não flexibilização das medidas para bandeira amarela. De acordo com o Plano Estruturado de Prevenção e Enfrentamento da Pandemia do Novo Coronavírus, os 23 municípios da Azonasul podem seguir protocolos da bandeira anterior à vigente. A bandeira laranja em Pelotas é válida até a próxima segunda-feira (7).

Confira como ficam os protocolos para os principais setores em Pelotas 

Comércio: Fica permitida a abertura, respeitando o teto de operação previsto na Bandeira Vermelha Estadual, com atendimento presencial restrito a, no máximo, um cliente por atendente, de segunda-feira a sábado, das 10h às 18h. A exceção são as ferragens e lojas que comercializem materiais para a construção civil, que poderão funcionar das 8h30min às 16h30min, com tele-entrega permitida em qualquer dia e horário.

– Comércio ambulante de gêneros alimentícios, observando os protocolos de higiene e distanciamento, está permitido.

– Fica proibido, no Município, o funcionamento de supermercados e macroatacados aos domingos e feriados.

– Os estabelecimentos comerciais que vendem bebidas alcoólicas, inclusive trêileres e food trucks, deverão encerrar o atendimento ao público externo às 21h, fechando todas as portas e acessos, ficando impedida a entrada e o atendimento a novos clientes.

– Fica permitido, sempre que possível, atendimento através de comércio eletrônico, tele-entrega (delivery), pegue e leve (takeaway) e drive thru.

– Fica permitido o funcionamento do Pop Center, exclusivamente, por comércio eletrônico, tele-entrega (delivery), pegue e leve (takeaway) e drive thru.

– Lojas em galerias comerciais devem observar o teto de operação previsto na Bandeira Vermelha Estadual, com atendimento presencial restrito e, no máximo, um cliente por atendente.

– Shoppings centers podem funcionar com 30% de ocupação e atendimento presencial restrito a, no máximo, um cliente por atendente, de segunda a sábado, das 12h às 20h, exceto praça de alimentação, que pode abrir às 11h. Shoppings não podem abrir aos domingos.

– Mercado Central: pode operar com 25% dos trabalhadores e 30% de ocupação, respeitando a determinação de um cliente por atendente;

Alojamento e alimentação: restaurantes à la carte, prato feito e buffet sem autosserviço: 50% dos trabalhadores e 30% da lotação; espaçamento de dois metros lineares entre as mesas.

Restaurantes à la carte, prato feito e buffet sem autosserviço (em beira de estradas e rodovias): 50% dos trabalhadores.

Restaurante de autosserviço: fechado.

Lanchonetes e lancherias: 50% dos trabalhadores.

Hotéis e similares: 50% dos quartos.

Hotéis e similares (em beira de estradas e rodovias): 100% dos quartos.

Saúde e assistência

Visando diminuir a contaminação cruzada de pacientes e profissionais de saúde, o Município estabelece que os locais de referência para internação do SUS para Covid-19 são: o Hospital-Escola da UFPel, o Centro de Atendimento a Síndromes Gripais (Centro Covid) e a Beneficência Portuguesa.

Os hospitais São Francisco de Paula, Unimed, Miguel Piltcher e Clinicamp não atenderão a casos da doença, até que haja determinação da Secretaria Municipal de Saúde – autorizada a alterar o Decreto conforme o avanço da pandemia.

A assistência veterinária atuará com 75% dos trabalhadores.

Transportes

Transporte coletivo de passageiros (municipal): ocupação de 60% da capacidade total do veículo.

Com informações Prefeitura Municipal de Pelotas

Foto: Rodrigo Chagas/Prefeitura Municipal de Pelotas