Com apenas um interessado, governo mantém o leilão da Lotex no dia 28

lotex-site-01

Prazo para entrega de propostas foi ampliado até a véspera do certame

O prazo para a entrega das propostas de interessados em participar do leilão da Lotex encerraria-se às 15h da última quinta-feira 23, porém foi ampliado pela Comissão de Autorga para às 18h do mesmo dia e, pouco antes de encerrado o novo prazo, às 17h30, foi novamente ampliado, dessa vez até hoje, 27, véspera do certame. Apesar de até o momento apenas uma empresa ter apresentado proposta, a data do leilão está mantida para o dia 28.

“O governo quer entregar a todo custo a Lotex e tem pressa para isso. Foi esse desespero que o levou a não adiar novamente o leilão, que já havia sido adiado por seis vezes. Como apareceu ao menos um interessado, mantiveram a data e só ampliaram o prazo para apresentação de propostas. A entrega da Lotex já é extremamente prejudicial ao país e esse desespero do governo para entregá-la pode levar ao arremate pelo preço mínimo”, critica o diretor do Sindicato e coordenador da CEE/Caixa, Dionísio Reis.

No ano passado, as loterias operadas exclusivamente pela Caixa, entre elas a Mega-Sena, arrecadaram R$ 13,9 bilhões, dos quais R$ 5,2 bilhões (37,4% do total) foram transferidos para programas sociais do governo federal nas áreas de seguridade social, esporte, cultura, segurança pública, educação e saúde.

“Esses investimentos estão ameaçados por um governo privatista que, começando pela Lotex, cujo edital já prevê corte nos repasses de verbas para programas sociais, pretende entregar a operação das loterias de mão beijada para multinacionais. Mais grave que o leilão da Lotex é o fato do governo federal estar preparando a privatização da operação das loterias”, alerta Dionísio.

Imagem: FENAE

Com informações de Sindicato dos Bancários de São Paulo