Afastamentos por Covid subiram 166% em 2021

Design sem nome (13)

Apesar do avanço da vacinação, a pandemia de Covid-19 não acabou. Tanto é que o número de pessoas afastadas por conta do coronavírus saltou 166%: pulou de 37.045 casos, entre abril a dezembro de 2020, para 98.787 benefícios por incapacidade (CID B34.2) concedidos de janeiro a dezembro de 2021.
 

Segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, a infecção por coronavírus é o principal motivo de afastamento dos trabalhadores desde o primeiro trimestre do ano passado. A doença tem o triplo dos casos do segundo problema que mais afetou os empregados, a fratura de punho, com 30.336 concessões.
 

Os números reforçam a necessidade de manter a rigidez nos protocolos de segurança para evitar a contaminação pela Covid-19. Muitos trabalhadores têm sido afetados, inclusive os bancários. 
 

As agências são vetores de contaminação e muitas unidades têm sido fechadas por conta do alto índice de contágio. O Sindicato dos Bancários da Bahia tem cobrado dos bancos que sigam os protocolos sanitários para evitar a disseminação da doença. O presidente da entidade, Augusto Vasconcelos, que é vereador, também apresentou projeto para que o passaporte da vacina seja exigido nas agências. 

Fonte: Bancários Bahia