Bolsonaro prejudica o trabalhador e favorece bancos

Captura de Tela 2021-12-14 às 11.10.47

A população está atenta à política ultraliberal do governo de Jair Bolsonaro, que favorece o sistema financeiro e as grandes empresas. Segundo pesquisa do ICL (Instituto Conhecimento Liberta), 51% dos brasileiros dizem que o presidente desfavorece os trabalhadores e para 68% beneficia os banqueiros.

Para 69% das pessoas, é nítido que o governo tem se empenhado para enriquecer os grandes empresários. Quando a pergunta é sobre os pontos negativos da atual gestão federal, os entrevistados mencionam o fracasso no enfrentamento à pobreza e às desigualdades, além do mau desempenho no combate à pandemia.

Tem mais. Cerca de 90% afirmam que os mais pobres são os principais prejudicados pelo governo Bolsonaro, por estarem desassistidos durante a crise econômica. Os principais problemas citados são o custo de vida elevado, descontrole da inflação e ineficiência na geração de empregos.

Quando perguntados sobre o desempenho do ministro da Economia, Paulo Guedes, a maioria avaliou como ruim ou péssimo (52%). O nível de insatisfação é tão grande que para 60% dos entrevistados, a atuação de Guedes favorece somente os mais ricos e os bancos privados. Verdade.

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia (SBBA)

Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino