Para os bancos só o lucro importa

lucro-bancos-2

Os bancos só se importam em ampliar o lucro, que mesmo em crises sanitária e econômica, seguem na casa do bilhão. A vida do trabalhador não importa. Sem negociar com os sindicatos, as organizações financeiras pressionam pelo retorno ao trabalho presencial.

Importante destacar que a pandemia ainda não acabou e o Brasil está longe de chegar à meta segura de vacinados. Até o momento, apenas 37,53% dos brasileiros completaram o esquema vacinal. Para um retorno com segurança, pelo menos, 70% das pessoas devem estar imunizadas com as duas doses necessárias, apontam os especialistas. 

O número de contaminados por dia ainda é considerado alto. A média atual é de pouco menos de 35 mil casos. Desde o início da pandemia, mais de 21 milhões de pessoas testaram positivo para a Covid-19 e quase 600 mil perderam a vida para a doença. Os bancos ignoram completamente os dados. 

Levantamento do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) revelou que, no primeiro trimestre deste ano, o índice de desligamentos por mortes no setor financeiro saltou 114,6% em relação ao mesmo período de 2020. 

Nesse mesmo período, o lucro líquido dos cinco maiores bancos – Itaú, Caixa, BB, Santander e Bradesco – foi de R$ 26,4 bilhões. Os números mostram o verdadeiro foco das empresas. 

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia (SBBA)