Importância da imunização: caem o número de novos casos e de óbitos por Covid-19 em Pelotas

Design sem nome (51)

Mesmo ainda muito distante do percentual necessário para assegurar a imunização coletiva, com o avanço da vacinação contra a Covid-19, em Pelotas, já é possível verificar uma redução no número de novos casos e óbitos provocados pela doença. A letalidade, no entanto, continua se mostrando preocupante, já que existem mutações do vírus, devido à falta de interesse do Governo Federal em investir prioritariamente no processo de vacinação e não em tratamentos ineficazes.

Desde o início da Pandemia, em março de 2020, o município já registrou a perda 1.112 vidas para a doença. Com a confirmação de mais 28 casos, nesta última segunda-feira (16), o número de infectados pelo coronavírus, que residem em Pelotas, chegou a 44.830. Mesmo sem um alto percentual na aplicação da segunda dose do imunizante, que, hoje, está em aproximadamente 27%, as análises epidemiológicas evidenciam que Pelotas só tem reduzido o número de casos e de óbitos devido à vacinação.

Após o início do processo de imunização – única medida capaz de conter o avanço da doença -, Pelotas também reduziu bastante o número de internações. Hoje, a ocupação de leitos de UTI está em 24,3%. É bom lembrar que, antes de se iniciar a imunização, o sistema de saúde estava em colapso, com pessoas aguardando por vagas nas Unidades de Terapia Intensiva.

Redação: Eduardo Menezes – SEEB Pelotas e Região