Mais de 16 milhões ficaram sem renda no Brasil

IMG_0674

A situação não está nada fácil no Brasil. Cerca de 16,2 milhões de pessoas perderam totalmente a renda durante a pandemia de Covid-19. É o que aponta levantamento do Instituto FSB Pesquisa. 

Segundo o estudo, o número de trabalhadores com a renda zerada equivale a 14% dos empregados do país, com ou sem carteira assinada. Os que mais sofrem, são os brasileiros de baixa renda. 

Entre quem ganha até um salário mínimo, 29% ficaram sem rendimento. Já os que recebem mais de cinco salários, o percentual foi de 1%.  

A pesquisa também reforça a importância do auxílio emergencial no valor de R$ 600,00 para a população e mostra que a lentidão na vacinação acaba com as expectativas dos brasileiros. Para 71%, a economia vai levar, ao menos, um ano para melhorar. 

O cenário no país seria diferente, se o governo Bolsonaro não tivesse usado todos os poderes constitucionais para fazer valer a agenda genocida, negar a pandemia e boicotar as ações dos estados e municípios.

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia (SBBA)

Foto: Eduardo Menezes / SEEB Pelotas e Região