Famílias brasileiras estão cada vez mais endividadas

Design sem nome – 2021-03-09T165744.722

O número de lares endividados no país aumentou consideravelmente em fevereiro. Atingiu 66,7% do total. As famílias brasileiras penam com a falta de responsabilidade do governo Bolsonaro, que fez barganha coma volta do auxílio emergencial diante da pandemia.

Sem perspectiva de trabalho, crescimento da informalidade, constantes altas nos preços de alimentos, tarifas e combustíveis, as famílias se afundam em dívidas. A informação da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) demonstra a alta de 0,2 ponto percentual em relação a janeiro de 2021 e de 1,6 ponto em comparação com fevereiro de 2020.

Com o agravamento da crise sanitária e a demora da vacinação, a quantidade de desempregados, subocupados e desalentados, além da fome e pobreza, devem aumentar, mas nada é feito para socorrer a população atingida pela pandemia. O auxílio emergencial com um valor superior do que foi anunciado por Bolsonaro e para mais beneficiários precisa ser prorrogado o quanto antes. Esta é uma das principais reivindicações do movimento sindical. 

Fonte: SBBA

Arte: SEEB Pelotas e Região