Representação feminista ganha força no Legislativo pelotense

Design sem nome (90)

Além de Fernanda Miranda, do PSOL, que foi a candidata mais votada para ocupar, novamente, uma cadeira na Câmara de Vereadores de Pelotas, nas eleições deste ano, outras três parlamentares estarão garantindo pelo menos a igualdade de vagas ocupadas por mulheres em relação à atual configuração do Legislativo pelotense; são elas: Cristina Oliveira (PDT), Marisa Schwarzer (PSB) e Miriam Marroni (PT).

Feminismo se fortalece no Legislativo local

Ex-deputada estadual – e eleita vereadora em outras quatro oportunidades -, Mirian carrega uma vasta bagagem na vida pública e irá reforçar a bancada feminista a partir de 2021, quando retorna à Câmara de Vereadores de Pelotas. “Obviamente, o machismo sempre esteve presente, na política, mas, hoje, nesse período marcado pelo ódio e pelo desrespeito às diferenças, sabemos que é preciso assumir, mais do que nunca, essa missão de trabalhar contra toda forma de preconceito e intolerância”, ressalta a parlamentar petista.

Tendo seu trabalho amplamente reconhecido, Fernanda Miranda (PSOL) já está fazendo história, mesmo com apenas um mandato em conclusão. Os 4.899 votos recebidos, neste pleito, demonstram a força da luta feminista, na cidade, e expressam a admiração de uma parcela significativa da comunidade pelotense pelo mandato da parlamentar. Em 2016, foi a primeira vez que o PSOL ocupou uma vaga na Câmara de Vereadores e, justamente, elegendo uma mulher, que teve de enfrentar uma série de situações deploráveis por parte de colegas da Casa.

Enfrentamento ao machismo

“Eu enfrentei o machismo da forma mais crua, tanto em casos que vieram à público, quanto em outros que ficaram velados. O preconceito contra as mulheres cria uma barreira, na política, mas precisamos enfrentar essa barreira do patriarcado para estar presente – e fazer a diferença – nos espaços de decisão”, disse a vereadora Fernanda, que comemorou, ainda, a eleição expressiva de outras parlamentares, por todo país, que são militantes feministas, ampliando a bancada do PSOL.

Fernanda saudou, ainda, a presença de Mirian na Câmara, da mesma forma que Mirian se disse feliz – e motivada – por retornar ao Legislativo pelotense tendo ao lado a parlamentar do PSOL, deixando claro que a unidade da esquerda, em Pelotas, passa pela luta feminista. “Estarei lá, agora, para a ajudar a Fernanda, nas pautas que são prioritárias para nós, mulheres, e para todos os que ainda são estigmatizados e sofrem preconceito em nossa sociedade”, afirmou Mirian.

Seeb Pelotas

Arte: Seeb Pelotas