Venda do banco digital da Caixa repercute negativamente

Design sem nome (76)

A notícia de que o governo Bolsonaro planeja fazer IPO (Oferta Pública Inicial de Ações, na sigla em inglês) do banco digital da Caixa tem repercutido negativamente. 

O anúncio de venda da subsidiária estruturada excepcionalmente para o pagamento do auxílio emergencial e de outros benefícios sociais durante a pandemia do coronavírus está em consonância com os planos do governo: entregar o patrimônio público à iniciativa privada, sem nenhum compromisso com áreas que o banco desenvolve.

O próprio Paulo Guedes reconheceu que o banco digital da Caixa é extremamente rentável, mas resta a dúvida do porquê entrega-lo ao capital privado e não ser gerenciado pelo banco público. 

A atitude entreguista do governo Bolsonaro preocupa. O grande risco que se corre é que o povo brasileiro acorde, daqui a alguns dias, sem Caixa, sem Banco do Brasil, sem Petrobras, sem Correios e sem as riquezas minerais do país. É necessário reação para que o patrimônio público não seja totalmente dilacerado.

Fonte: SBBA

Arte: Seeb Pelotas