Sindicato convoca para Assembleia Geral Extraordinária (remota\virtual)

ASSEMBLEIA

Nos dias 20 e 21 de julho – segunda e terça-feira próximas -, o Sindicato estará realizando uma Assembleia Geral Extraordinária. O encontro se dará de forma virtual, por meio de um link que estará disponível em nosso site, das 18h, do dia 20/07, até às 22h do dia 21/07.

Na oportunidade serão deliberadas as seguintes pautas:

  • Autorizar a diretoria do Sindicato a negociar e celebrar Convenção Coletiva de Trabalho, Convenção Coletiva sobre Participação dos Empregados nos Lucros e/ou Resultados dos Bancos, Convenção Coletiva de Trabalho sobre Relações Sindicais e Acordos Coletivos de Trabalho aditivos à CCT e, frustradas as negociações, defender-se e/ou instaurar dissídio coletivo de trabalho, bem como delegar poderes para tanto;
  • Deliberar sobre aprovação da minuta de pré-acordo de negociação e minuta da Pauta de Reivindicações da categoria bancária, data-base 1º de setembro, definidas na 22ª Conferência Nacional dos Bancários que inclui desconto a ser feito nos salários dos empregados em razão da contratação a ser realizada (contribuição negocial).

Confira, abaixo, o edital oficial de convocação para a assembleia:

EDITAL ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Pelotas e Região, inscrito no CNPJ/MF sob o nº 87.394.474.0001/43, Registro sindical nº 2864 por seu presidente abaixo assinado, convoca todos os empregados em estabelecimentos bancários dos bancos públicos e privados, sócios e não sócios, da base territorial deste sindicato, para a assembléia geral extraordinária que se realizará de forma remota/virtual durante o período das  18:00 horas do dia 20 de julho até às 22:00 do dia 21 de julho de 2020, na forma disposta no site www.bancariospel.org.br onde estarão disponíveis todas as informações necessárias para a deliberação acerca da seguinte pauta: 1. Autorizar a diretoria do Sindicato a negociar e celebrar Convenção Coletiva de Trabalho, Convenção Coletiva sobre Participação dos Empregados nos Lucros e/ou Resultados dos Bancos, Convenção Coletiva de Trabalho sobre Relações Sindicais e Acordos Coletivos de Trabalho aditivos à CCT e, frustradas as negociações, defender-se e/ou instaurar dissídio coletivo de trabalho, bem como delegar poderes para tanto; 2. Deliberar sobre aprovação da minuta de pré-acordo de negociação e minuta da Pauta de Reivindicações da categoria bancária, data-base 1º de setembro, definidas na 22ª Conferência Nacional dos Bancários que inclui desconto a ser feito nos salários dos empregados em razão da contratação a ser realizada (contribuição negocial);

Pelotas, 14 de julho de 2020.

Rafael Cruz da Silva