Comunicado aos Bancários que estão sofrendo a supressão da gratificação de função

comunicado1

Estamos constatando há mais de um ano que alguns bancos estão ilegalmente suprimindo a gratificação de função até então paga ao bancário.

Os bancos que estão adotando esta prática não atentam ao fato de que, mesmo tendo a Reforma Trabalhista autorizado tal supressão da gratificação de função, existem limites legais.

De tal modo que se o bancário que sofreu a supressão da gratificação de função, tiver recebido a respectiva gratificação por mais de 10 anos até 10 de novembro de 2017, poderá requerer judicialmente a manutenção da gratificação e a consequente reversão da supressão operada.

A assessoria jurídica do sindicato já possui várias decisões favoráveis a tese aqui expressada. Portanto, aquele bancário que tenha sofrido a referida supressão da gratificação de função deve procurar a assessoria jurídica para o encaminhamento de ação judicial.

O agendamento de atendimento com os advogados pode ser feito pelo telefone: 53-981291465 (Raquel – secretária)