Santander intensifica cobrança de metas na pandemia

santander

O Santander, ignorando o fato de todos estarem vivendo a pandemia do coronavírus e a situação de muitos funcionários, que estão em trabalho remoto, lançou uma campanha por metas. Nem mesmo quando o Brasil se aproxima de 30 mil mortos causadas pela Covid-19, o banco deixa de lado a política perversa. Pelo contrário, acentua a exploração.

Na peça publicitária divulgada pelo banco, todos os funcionários são convocados a vender 10 produtos por dia até 10 de junho. Com a hashtag #Eu Sou10, a empresa pressiona os bancários e estimula que ignorem a quarentena para manter o foco na produção. 

Não suficiente, os trabalhadores ainda têm de mandar fotos com a hasthtag e a quantidade de venda, criando um ambiente altamente competitivo entre os funcionários.

As práticas abusivas do Santander volta e meia ameaçam suspender o trabalho remoto para quem não atingir a meta de 150%, além de impor trabalho nos dias que foram antecipados os feriados. 

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia