Maia quer expulsão de Sara Winter do DEM

maia_1024x681

Sara Fernanda Giromini, que se autodenomina Sara Winter, é uma das investigadas no inquérito das “fake news” e pode ser alvo de um pedido de prisão do MP

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (RJ), e outros integrantes do DEM defendem a expulsão da militante bolsonarista, Sara Fernanda Giromini, do partido. Ela, que se autodenomina Sara Winter, é uma das investigadas no inquérito das “fake news” e pode ser alvo de um pedido de prisão do Ministério Público porque fez ameaças ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

Em 2018, Sara Winter desistiu de se filiar ao PSL, para ser candidata à deputada federal do Rio de Janeiro pelo DEM. Os motivos da troca foram um desentendimento com o atual senador Flávio Bolsonaro, que coordenava as candidaturas do estado do PSL.

Sara é uma das lideranças do movimento bolsonarista “300 do Brasil”, que montou um acampamento em Brasília (DF). No último sábado (30), o grupo fez um protesto em frente ao STF com tochas e máscaras. Parlamentares comparam o ato com o grupo supremacista Ku Klux Klan, dos Estados Unidos.

Fonte: Brasil 247