Pedro Guimarães declara amor à cloroquina e está cotado para substituir Paulo Guedes

bbe36e2e6f628022226ae3adb7355b0cs

Presidente da Caixa declarou na reunião ministerial de 22 de abril que a pandemia é uma “histeria” e que tomaria um litro de cloroquina, caso pegasse a doença

A reunião ministerial de 22 de abril, em que Jair Bolsonaro ameaça demitir Sérgio Moro se não puder interferir na Polícia Federal, segue trazendo revelações do modus operandi do governo.

No encontro, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afirmou que a pandemia do novo coronavírus é uma “histeria” provocada pela imprensa e disse que, se pegasse a Covid-19, tomaria “um litro de hidroxicloroquina”, segundo o Broadcast Político, serviço de informações da agência Estado.

“A fala foi vista como mais uma demonstração de alinhamento dele com o presidente Jair Bolsonaro, o que aumentou seu passe na bolsa de apostas de quem pode assumir a Economia, caso Paulo Guedes deixe o cargo”, diz o Broadcast.

Fonte: Brasil 247