Coronavírus: pandemia pode afetar a saúde mental da população

IMAGEM_NOTICIA_3

O mundo está enfrentando uma grave crise causada pela pandemia do coronavírus. A doença foi identificada pela primeira vez em dezembro de 2019, atingindo o mundo de forma geral no início deste ano e obrigando a humanidade a se isolar e se reinventar. A nova dinâmica de relacionamento precisa de uma atenção especial de todos, sobretudo no quesito saúde mental.

Confinadas, as pessoas podem passar por estresse e ansiedade e, se não cuidados, podem se transformar também em uma epidemia. Um estudo do King’s College London, publicado na revista “The Lancet”, descobriu que a quarentena pode ter várias consequências negativas para a saúde.

O pós-coronavírus também não deve ser simples. Milhões de pessoas tiveram perda na renda ou perderam o emprego. A incerteza do futuro é capaz de desestabilizar excessivamente, fazendo as pessoas se sentirem vulneráveis e mexendo com a saúde mental.

Por isso, é fundamental manter-se ocupado. Ler um bom livro, assistir a filmes e séries, evitar o uso excessivo das redes sociais e dar prioridade às conversas com as pessoas que estão no convívio familiar. É necessário, ainda, encontrar um equilíbrio na hora de consumir notícias. Mantenha-se informado, mas não foque apenas nisso e procure outras formas de ocupar o tempo.

Com informações Sindicato dos Bancários da Bahia