Caixa é condenada por acidente com bancária em atividade motivacional

tim (31)

Empregada sofreu danos na coluna ao cair de uma parede de escalada A 8ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) manteve a condenação da Caixa Econômica Federal ao pagamento de indenização por danos morais e estéticos a uma gerente de relacionamento que sofreu danos na coluna ao participar de treinamento motivacional. O recurso de revista da Caixa foi acolhido apenas em relação ao valor da indenização, que foi reduzida de R$ 150 mil para R$ 50 mil. Escalada Em janeiro de 2007, a Caixa…

Leia Mais

Defender a Caixa para que ela siga a serviço dos brasileiros

editorial-defender-a-caixa-para-que-ela-siga-a-servico-dos-b_65a24e8dde22fcfd4b0e35ead66ae3c3

Banco completou 158 anos neste sábado (12). Leia o texto assinado pela Diretoria da Fenae A Caixa Econômica Federal completou 158 anos neste sábado, 12 de janeiro. Tradicionalmente, nesta data, destaca-se a história de um banco que nasceu para estar ao lado dos brasileiros, sobretudo dos mais carentes. Entre tantos feitos, recebeu poupança de escravos, protegeu a economia das crises, centralizou as contas do FGTS e, mais recentemente, se tornou parceira estratégica do Estado na execução de políticas públicas que melhoraram a vida no Brasil.…

Leia Mais

Após pressão, Caixa disponibiliza dados atuariais do Saúde Caixa

tim (29)

A omissão desses dados impossibilitava um aprofundamento das análises sobre a atual situação do Saúde Caixa Após cobrança do movimento sindical e dos representantes do Conselho de Usuários, no apagar das luzes do ano passado, em 28 de dezembro, a Caixa disponibilizou os dados atuariais do Saúde Caixa 2017/2018. Diante do material recebido, as assessorias técnicas das entidades e do Conselho estão realizando uma análise, que deve ser divulgada em breve. Diversas solicitações haviam sido feitas, mas sem sucesso. A última aconteceu em 12 de…

Leia Mais

Futuro presidente da Caixa confirma fatiamento do banco e presença de militares em cargos diretivos

Caixa Fatiamento

Sem nomeação ainda oficializada, o indicado para ser o novo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, concedeu entrevista ao site O Antagonista, na terça-feira (1º), durante a posse do presidente Jair Bolsonaro. Na ocasião, ele confirmou que abrirá o capital das operações de Cartões, Loterias, Asset e Seguros do banco. A afirmação aponta para a privatização de forma fatiada que, conforme Guimarães, renderá “dezenas de bilhões de reais”. No entanto, o assunto foi tratado de forma superficial, sem detalhamento das operações. A presença de…

Leia Mais

Campanha defende aposentadoria da Funcef

Card-amarelo-face-Copia

Em defesa dos participantes da Funcef e contra a implementação das diretrizes da CGPAR 25, foi lançada a campanha Minha aposentadoria: eu defendo. A mobilização das entidades que representam os empregados e aposentados da Caixa é para evitar que as regras sejam implantadas e a aposentadoria dos trabalhadores das estatais federais seja reduzida. Como primeiro ato da campanha, as entidades publicaram carta aberta aos participantes da Funcef chamando atenção para os riscos contidos na CGPAR 25. O documento ainda destacou a necessidade de engajamento de…

Leia Mais

Brasil de Fato: mesmo com alta taxa de lucro e referência em áreas sociais, Caixa pode ser desmontada

44562702840_9b5e0be11b_z

Em entrevista, servidor do banco público comenta possíveis consequências de medidas sinalizadas pelo próximo governo Com a indicação do economista Pedro Guimarães para presidir a Caixa Econômica Federal no governo de Jair Bolsonaro (PSL), o futuro de um dos maiores bancos do país e da América Latina já tem indícios de qual rumo vai percorrer. Guimarães é especialista em processos de privatizações e assessorou a privatização do banco estadual de São Paulo, o Banespa. Além disso, a política neoliberal do então indicado para ministro da economia Paulo Guedes também demonstra que as…

Leia Mais

Bradesco também está de olho em operações da Caixa

quebra_cabeca_caixa

Cobiça é motivada principalmente pela intenção do próximo governo de vender áreas do banco e de outras empresas públicas Segundo noticiado pela imprensa na quarta-feira 12, o presidente do Conselho de Administração do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, afirmou que o banco estará de olho em possíveis oportunidades de aquisições no ano que vem vindas de Caixa e Banco do Brasil. A cobiça é motivada principalmente pela intenção do próximo governo de atuar fortemente para privatizar áreas dessas e de outras empresas públicas. O Bradesco, porém,…

Leia Mais

Número de adoecimentos aumenta, mas Caixa só registra 4,4% dos casos de doenças 

noticia_171

  O número de adoecimento bancário só aumenta. Na Caixa, por exemplo, apesar de 1/3 dos empregados ter adoecido nos últimos 12 meses por motivos relacionados ao trabalho, o banco só registrou a CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho) em 4,4% dos casos. A Pesquisa de Saúde do Trabalhador da Caixa 2018 mostrou que a instituição encobre a realidade. Somente 13,6% dos trabalhadores que relataram problemas de saúde mental afirmaram que o banco emitiu a CAT. Desta forma, é difícil que sejam desenvolvidas ações preventivas.…

Leia Mais

Caixa descumpre agenda de negociações

caixa-descumpre-agenda-de-negociacoes_df0f9b054aadda409563159d3ebbe9a4

A reunião com a CEE que ocorreria nesta quarta-feira (12), em Brasília, foi suspensa. A pauta foi proposta por empregados do banco de todo o país. Todos os assuntos que seriam tratados são fundamentais para os empregados. Sem contar os prejuízos financeiros, deixar de confirmar a reunião na véspera de sua realização prejudica o planejamento e a mobilização dos trabalhadores, já que bancários de todo país foram convidados a participar da reunião com sugestões das pautas a serem debatidas na mesa de negociações com o banco.…

Leia Mais

Privatização do BB e da Caixa só trará prejuízos

20354037685b867b9c4c04e

Mesmo com a declaração do presidente eleito de que os bancos não estão na rota da privatização, não é isto que os sinais mostram. A indicação de nomes com especialização em privatizar, como Rubem Novaes para presidir o BB e Pedro Guimarães para comandar a Caixa, deixou a sociedade ainda mais alerta. Como os bancos públicos são fundamentais para promover o desenvolvimento social e econômico do Brasil e vão além do lucro, não podem ser entregues à iniciativa privada. É o que destacou a ex-ministra…

Leia Mais