Agência da Caixa sofre ataque em Canguçu

mat_c72318b469

Canguçu viveu momentos de terror na madrugada do último sábado (11). Bandidos assaltaram a Caixa Econômica Federal, atearam foto em um veículo em frente a Brigada Militar, causaram explosões e tiroteios que duraram aproximadamente 40 minutos, da 1h20 às 2h.

A movimentação pôde ser ouvida e as explosões sentidas de diversos pontos da cidade. Ao fugirem, os bandidos ainda assaltaram o Posto Fitazul, localizado no quilômetro 140 da BR 392, no 3º Distrito.

A Polícia Civil acredita que o homem morto em confronto, após ataque à agência bancária, é o líder de uma quadrilha de assaltantes, com 90 anos e 11 meses de penas a cumprir. O corpo de Luis Adriano Dias, de 32 anos, foi encontrado às margens de uma estrada em Encruzilhada do Sul, cidade vizinha, após ele e comparsas trocarem tiros com policiais.

Ainda nesta semana, a Polícia Civil havia o identificado como homem que organizou os ataques recentes a bancos em Encruzilhada do Sul e Cerro Grande do Sul, cidades próximas de Canguçu, além de um outro crime em Butiá, em 6 de janeiro. Os policiais da Delegacia de Roubos do Departamento Estadual de Investigações Criminais pediam denúncias sobre o criminoso.

Com informações do Canguçu On Line

Foto: Divulgação/Canguçu On Line

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *