Diálogos pela Democracia debate questões ligadas aos Direitos Humanos

22051317_1526780110731837_2183470243287799183_o

Em sua segunda edição, o projeto Diálogos pela Democracia continua firme no propósito de reforçar a resistência dos movimentos sociais ao avanço das forças reacionárias e antidemocráticas por toda a América latina. Nesta sexta-feira (6), será a vez da deputada federal Maria do Rosário (PT) e do membro da secretaria de direitos humanos e políticas sociais do Plenario Intersindical de Trabajadores – Convención Nacional de Trabajadores (PIT-CNT) do Uruguai, Raúl Oliveira, avaliarem o papel histórico das esquerdas no que diz respeito a questões ligadas aos direitos humanos e discutirem possíveis saídas para esses tempos difíceis.

O projeto Diálogos pela Democracia é realizado pelo Ponto de Cultura do Clube 24 de Agosto, Instituto Mário Alves (IMA), coletivo Mulheres de Fronteira, Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores, Frente Amplio de Cerro Largo e Fuecys. O encontro de sexta-feira ocorre no Clube 24 de Agosto, rua Augusto Leivas , nº 217, em Jaguarão.

Sobre os palestrantes:

Maria do Rosário presidiu a Comissão de Cidadania e Direitos Humanos na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Na Câmara Federal, foi relatora da CPI Mista que investigou as redes de exploração sexual de crianças e adolescentes e presidiu a Comissão de Educação e a Comissão Especial da Lei Nacional de Adoção.

Raúl Oliveira foi dirigente nos sindicatos de trabalhadores ferroviários, da indústria pesqueira e do poder judiciário. Militou na Federação Anarquista Uruguaia e na Resistencia Obrero Estudantil. Integrou a direção da Central Única de Trabalhadores do Uruguai (CNT) e, posteriormente, o PIT-CNT. Durante a ditadura cívico militar uruguaia, ele foi preso, em 1973, e ficou enclausurado até 1980. Autor do livro Desaparecidos: La Coordinación Repressiva, Raúl possui vários trabalhos referentes ao tema e, hoje, é considerado uma das principais referências no que diz respeito à memória, verdade e justiça no país vizinho.

Seeb Imprensa Pelotas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *