Vereadora Miriam Marroni (PT) viabiliza audiência sobre mobilidade urbana

image

Será realizado no dia 26 de abril um painel sobre a mobilidade urbana, uma iniciativa da vereadora Miriam Marroni (PT) e realizada pela mesa diretora. O evento ocorre na Câmara de Vereadores, às 10h, e terá a participação de especialistas da área, como o professor Luís Antônio Lindau, PhD em transportes e diretor do programa de Cidades do World Resources Institute (WRI) Brasil.

Segundo a parlamentar, a proposição deste painel, em formato de palestra, tem como objetivo ampliar o debate da mobilidade urbana em Pelotas, com o intuito de buscar soluções definitivas no tema, após anos de medidas paliativas, especialmente relativas ao transporte coletivo.

Lindau é uma referência mundial em transporte coletivo. Foi um dos fundadores da ANPET, Associação de Pesquisa e Ensino em Transportes. Também trabalhou como consultor para a Empresa Brasileira de Transportes Urbanos (EBTU), que coordenou ações nacionais e internacionais que levaram à implementação de faixas de ônibus de alta performance em várias cidades brasileiras.

De 2006 a 2012, Lindau foi membro do Comitê de Transportes dos países em desenvolvimento (ABE90) do Transportation Research Board (TRB). De 2003 a 2006, ele integrou também o Conselho Diretor da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP). Atualmente, é diretor do programa de Cidades do WRI Brasil.

Além do transporte coletivo, temas como bicicletas e acessibilidade também serão tratados no painel. “Estamos vendo uma cidade com cada vez mais carros, em um modelo que não é sustentável. Precisamos tratar a mobilidade como um todo, entender o que está sendo feito em cidades de médio e grande porte e buscar alternativas viáveis para Pelotas”, aponta Miriam Marroni.

O painel será realizado no dia 26 de abril, uma terça-feira, às 10h, no plenário da Câmara de Vereadores. Além do palestrante principal, serão convidados especialistas em mobilidade do município, representantes do poder público e de entidades ligadas às pessoas com deficiência. De acordo com as regras da Casa, o auditório estará aberto ao público, com capacidade para 150 pessoas.

Fonte: Assessoria de imprensa vereadora Miriam Marroni (PT).

Foto: Ederson Ávila