Governo Bolsonaro mata o povo de fome

fome-brasil-de-volta-ao-mapa-bandeira-2

A última pesquisa Quaest, encomendada pelo Banco Genial, mostra que na faixa dos brasileiros que ganham até dois salários mínimos, ou seja, 70% da população brasileira, Lula vence Bolsonaro por 55% a apenas 16%.

Resultado compreensível, afinal o Brasil voltou ao Mapa da Fome no atual governo e, apesar de o PIB do agronegócio ter apresentado uma expansão de 24,3% só em 2020, mais de 116 milhões de brasileiros não têm o que comer.

Resumindo, o país é um dos maiores produtores mundiais de alimento, mas a política governamental, voltada exclusivamente para a exportação, faz com que mais de 20 milhões de pessoas estejam morrendo de fome e 116 milhões vivam em insegurança alimentar, isto é, não consigam fazer três refeições por dia.

Tem mais, em 2018 a falta de acesso pleno e permanente à alimentação atingia 36,7% dos lares e em 2021, terceiro ano do governo Bolsonaro, o percentual pulou para absurdos 55,2%. Os dados mereceram destaque na TV alemã Deutsche Welle. E as perspectivas não são animadoras para 2022, diante do elevado desemprego, baixa remuneração e cortes drásticos nos programas sociais.

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia (SBBA)

Foto: Felipe Ribeiro