Salário mínimo está aquém da necessidade

Design sem nome (7)

Levantamento da CNN revela o que o brasileiro já sabe muito bem. O Brasil tem o segundo menor valor de salário mínimo da América do Sul. A quantia mais baixa está na Venezuela, o equivalente a US$ 1,74 atualmente.

No Brasil, o valor do salário mínimo em dólares é de US$ 213,17 por mês. A lista ainda inclui Argentina (US$ 298,03), Chile (de US$ 282,56 a US$ 438,36), Paraguai (US$ 330,81) e Bolívia (US$ 313,96).

Consideradas as nações que fixam o mínimo nacional em termos mensais, o maior valor está no Panamá (US$ 625).

O salário mínimo é uma das formas de proteção social e redução das desigualdades. Mas, no Brasil, a finalidade não é plenamente alcançada, principalmente porque o governo Bolsonaro acabou com a política de valorização, que estabelecia aumentos reais para os pisos salariais. 

Atualmente, o salário mínimo no Brasil está em R$ 1.100,00. O valor nem de longe paga todas as despesas de um cidadão brasileiro, sobretudo diante do descontrole inflacionário. A cada dia, o trabalhador tem de sobreviver com a elevação dos preços dos alimentos, do gás de cozinha e da gasolina. O bolso não aguenta.