Bancos lucram, juntos, R$ 80,9 bilhões em 9 meses

IMAGEM_NOTICIA_3 (1)

Nos nove primeiros meses de 2021, Bradesco, BB, Caixa, Itaú e o Santander lucraram, juntos, R$ 80,9 bilhões. O crescimento de 52,3% em relação ao mesmo período do ano de 2020 demonstra que não há crise para os banqueiros no Brasil. Pelo contrário. Os bancos estão mais rentáveis e com melhores indicadores de eficiência.

As carteiras de crédito foram ampliadas em quase R$ 4 trilhões. Já o rendimento das receitas com prestação de serviços e tarifas totalizaram R$ 105,6 bilhões, alta média de 5,1%. Valor que cobre com folga as despesas com pessoal. 

Por conta da crise sanitária, os bancos diminuíram as despesas administrativas, como água, energia elétrica, serviços de vigilância e segurança e viagens. Economizaram, pelo menos, R$ 511 milhões entre março de 2020 e setembro deste ano. Com o teletrabalho, o setor mais lucrativo da economia viu os cofres engordarem muito mais. 

O cenário de bons resultados não inibiu as empresas. Sem responsabilidade social, demitiram e fecharam agências (menos 1.389 unidades físicas em 12 meses). O Bradesco e BB desligaram mais de 15 mil funcionários em um ano. A Caixa contratou número pífio depois de anos de cobrança do movimento sindical para convocar os aprovados no concurso de 2014. Já o Itaú e o Santander contrataram profissionais para área de tecnologia da informação. Não bancários para atender a população nas agências.

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia (SBBA)