STF decide que bens do ex-presidente Lula devem ser desbloqueados pela Justiça

Lula-vitorioso1

Os bens do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foram finalmente desbloqueados pela Justiça. Por três votos a um, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta sexta-feira (26) determinar o fim do bloqueio imposto pela Operação Lava Jato e pelo ex-juiz Sergio Moro.

Os ministros do STF atenderam à reclamação feita pelo ex-presidente em março, contra a medida determinada pela Justiça Federal do Paraná. O julgamento virtual foi iniciado na sexta-feira passada (19).

“Essa nova decisão do STF é uma consequência lógica do reconhecimento da nulidade dos processos em virtude da incompetência e da suspeição do ex-juiz Sergio Moro em relação ao ex-presidente Lula”, classificou a defesa de Lula, em nota assinada pelos advogados Cristiano Zanin e Valeska Teixeira Martins.

Somente o ministro Edson Fachin, relator da ação, votou contra o desbloqueio. Gilmar Mendes, Nunes Marques e Ricardo Lewandowski foram favoráveis e diante disso os bens de Lula foram desbloqueados.

“A Segunda Turma da Corte conta nesse momento com apenas quatro membros”, lembra reportagem da Folha de S.Paulo. A vaga aberta em função da aposentadoria do ministro Marco Aurélio Mello ainda não foi preenchida.

Foto: Ricardo Stuckert

Fonte: Rede Brasil Atual