Gás de cozinha atinge o maior preço do século

IMAGEM_NOTICIA_3

A inflação segue descontrolada sob o governo Bolsonaro. De acordo com a OSP (Observatório Social da Petrobras), o preço nacional do gás de cozinha (GLP) atingiu em setembro a maior média mensal real (ajustada pela inflação) deste século: R$ 98,7 o botijão. Outro combustível que também segue em alta é a gasolina, com preço médio do litro a R$ 6,092, sendo o maior desde fevereiro de 2003.

A pesquisa aponta que em setembro o preço médio do GLP respondeu por 9% do salário mínimo no Brasil. O grande responsável pelo aumento é a política de preços da Petrobras, alinhada ao preço de paridade de importação, não levando em consideração a função social da Petrobras, em não apenas conter a alta nos preços dos combustíveis, mas também para reduzi-los.

A empresa brasileira de petróleo passou, então, a reajustar o gás de cozinha mensalmente, de forma alinhada às cotações internacionais. 

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia (SBBA)