Itaú: projeto 2030 e Gera provocam sofrimento

Design sem nome (64)

O projeto “Itaú 2030” e novo programa de remuneração, o Gera, têm transformado a vida dos trabalhadores da empresa, em todo o país, em um verdadeiro caos. Os bancários estão cada vez mais sufocados. 

O Gera, por exemplo, não possui regras claras, falta transparência nos critérios para remuneração, as metas são desumanas e um dos maiores problemas é o acúmulo de funções e sobrecarga de trabalho dos Agentes de Negócios Caixa. 

O Itaú não pode continuar prejudicando os trabalhadores, tem de oferecer treinamento para o funcionário exercer as funções com qualidade e também prestar esclarecimento sobre o treinamento e a remuneração dos Agentes de Negócios.

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia (SBBA), com edição SEEB Pelotas e Região