Governo quer votar PEC 280 nesta terça (01/06)

fotobanri

À exemplo do que ocorreu na semana passada, a PEC 280/2019 está programada para ser votada, em segundo turno, nesta terça-feira, dia 1º de junho, a partir das 14h. Para ser aprovada, é necessário que o governador Eduardo Leite (PSDB) consiga o voto de 33 deputados, assegurando, assim, que se retire da Constituição Estadual a necessidade de realização de plebiscito para a venda das estatais gaúchas.

Parlamentares que fazem oposição ao governo têm questionado a forma como Leite vem negociando os votos necessários para abrir o caminho para a privatização da Corsan, do Banrisul e da Procergs. As críticas tiveram início ainda no primeiro turno de votação da Proposta, no dia 27 de abril, quando foi questionada a legitimidade de dois votos. A oposição argumenta que o governador negociou a troca do apoio de parlamentares pela flexibilização das medidas de segurança, sendo este fator decisivo para o fim do modelo de Distanciamento Controlado e para a adoção do “sistema de alertas”.

Em nova mobilização, na tarde desta terça-feira (1), no centro de Porto Alegre, dirigentes sindicais estarão em frente à Assembleia Legislativa, exigindo que a população gaúcha tenha o direito de escolher sobre o futuro das empresas públicas. O movimento terá início às 13h.

Redação: Eduardo Menezes / SEEB Pelotas e Região

Foto: Brayan Martins