Agravamento da crise sanitária faz crescer pedidos de impeachment de Bolsonaro

Design sem nome – 2021-01-21T190553.174

As incontáveis falhas do governo federal no combate à Covid-19 fizeram multiplicar os pedidos de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro. Desde o início do mandato, 61 solicitações foram protocoladas na Câmara Federal; somente 7 solicitações são anteriores a março de 2020, quando teve início a pandemia.

A crise sanitária que vive o país e a falta de oxigênio que provocou a morte de pacientes no Amazonas e no Pará são base também para uma nova denúncia coletiva que, pela primeira vez, une cinco partidos de oposição (PT, PDT, PSB, Rede e PCdoB) e deve ser protocolada em breve.

Há 56 pedidos de impeachment parados sob responsabilidade da presidência da Câmara. Outros cinco foram arquivados por questões formais, a exemplo da falta de assinaturas.
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que foge da análise das denúncias, disse nesta semana que será “inevitável” discutir o impeachment de Bolsonaro “no futuro”

Fonte: SBBA

Arte: Seeb Pelotas