Laranjal sofre com alagamentos durante período de chuva intensa

Até quando_

Desde segunda-feira (26), a cidade de Pelotas está sofrendo os impactos da forte chuva que se abateu sobre o munício no início desta semana. Mas os alagamentos causaram transtornos, sobretudo, no Laranjal. Diversos moradores têm compartilhado fotos e vídeos, nas redes sociais, denunciando o descaso do governo municipal com o bairro, que, segundo eles, só é lembrado em épocas de veraneio e período eleitoral.

Embora a Prefeitura tenha argumentado que as oito bombas do SANEP estiveram funcionando, sem interrupções, durante todo o período de chuvas, a página SOS Laranjal, que presta um serviço de comunicação comunitária junto aos moradores do bairro, questionou as medidas que estariam sendo tomadas para, ao menos amenizar os alagamentos.

Segundo os moradores, o problema é recorrente, no bairro, e não se resume à este último período de precipitações, que, nas últimas 24h, registrou 92 milímetros de chuva, o que equivale à, aproximadamente, 90% da média esperada para o mês de outubro. O ponto mais crítico foi, justamente, uma das avenidas principais de acesso ao bairro. A Avenida Rio Grande do Sul tornou-se praticamente intransitável, como sempre ocorre nesse períodos em que há muita chuva, em um curto espaço de tempo, na cidade.

As principais críticas dos moradores do Laranjal se dão à forma como a gestão municipal realiza os serviços de limpeza do bairro e à falta de uma política de prevenção para o problema. Os moradores questionam a demora para a limpeza das valetas, que chegam a acumular muita vegetação, e os enormes buracos que tomam conta do bairro, até aproximar-se o verão. Além disso, a falta de manutenção das ruas, durante o inverno, fez com que os buracos se tornassem um problema crônico, o que potencializa os problemas para os moradores em períodos de chuva.

Seeb Imprensa Pelotas

Imagem: Reprodução Vídeo do Jornal do Laranjal