Bolsonaro diz que não vai privatizar a Caixa: quem confia em sua palavra?

Vende-se (1)

Com um discurso que procura confundir a população, o presidente da República, Jair Bolsonaro, afirma não ter a intenção de vender a Caixa Econômica Federal, mas, na prática, a direção do banco segue as tratativas para a privatização, como é ocaso da abertura de capital da Caixa Seguridade.

Caixa e Banco do Brasil foram citados pelo presidente Jair Bolsonaro, na última quinta-feira (17), em live, realizada mais para confundir do que para esclarecer a população dos últimos movimentos do Governo em relação ao futuro das estatais.

Em Fato relevante, enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) , na última terça-feira (15), a Caixa Seguridade informou que a Assembleia Geral Extraordinária aprovou o desdobramento das ações de emissão da empresa – uma maneira de tornar o preço da ação mais acessível aos investidores.

Com isso, o número de ações ordinárias (que dão direito a voto nas assembleias da empresa) em que se divide o capital da Companhia passará de 1,2 bilhão para 3 bilhões.

Os dois Fatos Relevantes foram emitidos tão logo Bolsonaro editou a MP 995 – que permite a venda de áreas estratégicas da Caixa sem necessitar de aval do legislativo -, dando continuidade à abertura de capital na empresa.

População não quer a privatização da Caixa 

Nas enquetes sobre projetos que tratam de privatizações no Congresso, a ampla maioria dos participantes deixa claro que a venda da Caixa é rejeitada.

Conheça os projetos e vote também:

Projeto de Lei 4.269/2020 – torna crime a privatização de estatais sem aval do Congresso.
Autores: Érika Kokay (PT/DF) e Frei Anastacio Ribeiro (PT/PB)
Enquete – Concordam com o projeto: 87% dos votantes; Discordam do projeto: 13% dos votantes.
Vote a favor aqui.

Projeto de Lei 2.715/2020 – paralisa as privatizações até 1 ano após o estado de calamidade pública.
Autores: Enio Verri (PT/PR), Perpétua Almeida (PCdoB/AC), Fernanda Melchionna (PSOL/RS) e  Joenia Wapichana (REDE/RR)
Enquete – Concordam com o projeto: 94% dos votantes; Discordam do projeto: 6% dos votantes.
Vote a favor aqui.

Medida Provisória 995/2020 – 97% dos votantes são contra a Medida Provisória que permite a privatização da Caixa por meio da venda de suas subsidiárias.
Vote contra aqui.

Com informações da Fenae

Arte: SEEB Pelotas