Senadores acionam Ministério Público e pedem afastamento de Salles

20190815-ricardo-salles-2-e1562589851346

Foto: Fabio Pozzebom/Agência Brasil

Os senadores Fabiano Contarato (Rede-ES) e Jaques Wagner (PT-BA) fizeram uma representação ao Ministério Público Federal e também apresentaram uma notícia crime à Procuradoria-Geral da República contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, pelas declarações dadas por ele na reunião do dia 22 de abril.

Os parlamentares querem que a Justiça determine, de forma cautelar, o afastamento de Salles. Eles comandam a Comissão de Meio Ambiente do Senado.

Nas representações, os senadores também solicitam que seja investigada eventual conduta criminosa do ministro. Na fatídica reunião, Salles afirma que o governo deve aproveitar que a imprensa está ocupada com a cobertura do coronavírus e “passar a boiada”, enfraquecendo a legislação de proteção ambiental.

A gravação da reunião foi divulgada em inquérito do Supremo Tribunal Federal que apura a interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal para ter benefício particular.

Fonte: Sul21 e Revista Fórum