Com isolamento, ‘poderíamos ter tido um terço das mortes’, diz epidemiologista

Captura de Tela 2020-05-06 às 08.18.26

“A ação do governo federal, se qualificarmos em termos de mortes, foi muito grande”, relatou o professor de epidemiologia da USP

Professor de epidemiologia da USP (Universidade de São Paulo), Paulo Lotufo relatou, durante uma entrevista concedida ao jornal O Globo, que já é possível perceber que o impacto da Covid-19 no Brasil é “catastrófico” apesar da “desconfiança” em relação aos dados divulgados pelas autoridades do país.

Segundo o epidemiologista, as autoridades brasileiras poderiam ter evitado um terço das mortes provocadas pelo novo coronavírus se tivessem implementado o distanciamento social de forma mais eficiente e no início da pandemia, acrescenta a reportagem.  

Quando questionado sobre o trabalho do Governo Federal no combate ao novo coronavírus, Lotufo respondeu que “foi catastrófico, porque se tivéssemos feito um controle adequado, como a Argentina fez, poderíamos ter tido um terço das mortes, metade dos casos. Com toda a propaganda contra [isolamento social] e a atuação do Bolsonaro, a quantidade de mortos por causa disso foi imensa. Não foi só a propaganda, mas a demora no pagamento do auxílio emergencial, um atraso premeditado. A ação do governo federal, se qualificarmos em termos de mortes, foi muito grande”.

Fonte: Brasil 247