UCPel já realiza exames para identificar coronavírus

ucpel-testes-covid02-300×197

A expectativa é fornecer 60 resultados diariamente, testando pacientes internados e profissionais da saúde que atuam no HUSFP

Os testes para identificar o novo coronavírus (Covid-19) começaram a ser realizados na segunda-feira (18), pela Universidade Católica de Pelotas (UCPel), que se tornou a primeira instituição sem fins lucrativos a desenvolver o exame na cidade. A expectativa é de que sejam fornecidos cerca de 60 resultados diariamente.

As coletas devem ocorrer no Laboratório Escola de Análises Clínicas (LEAC) do Hospital São Francisco de Paula (HUSFP), a fim de testar pacientes altamente suspeitos que estejam internados no hospital; profissionais que atuam nas chamadas áreas vermelhas, mesmo assintomáticos; e profissionais de outras áreas do HUSFP, de Unidades Básicas de Saúde e do Ambulatório de Especialidades, desde que sintomáticos.

Após coletar amostras de secreções da mucosa do nariz ou da garganta, o material é enviado para análise no Laboratório de Neurociências Clínicas, localizado no Campus 1 da Universidade e pertencente ao Programa de Pós-Graduação em Saúde em Comportamento (PPGSC).

Uma equipe formada por 20 profissionais, entre professores e alunos do PPGSC, será a responsável pelos processos de extração do RNA viral e quantificação da carga viral. Ao término dessas etapas, a amostra é submetida ao equipamento PCR, capaz de efetuar o diagnóstico para a Covid-19.

Tornar-se referência

Os laudos dos exames serão emitidos pelo LEAC. Assim que o primeiro teste apresente resultado positivo ao coronavírus, o mesmo será enviado para o Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (Lacen/RS) para realizar uma contraprova. Se for confirmada, o laboratório da UCPel torna-se referência para a Covid-19, passando a ter seus resultados automaticamente somados às estatísticas do Estado.

A fim de contribuir com o enfrentamento do vírus em Pelotas, a Universidade Católica adquiriu insumos para um total de mil testes, orçados em R$ 80 mil, além de uma série de Equipamentos de Proteção Individual (EPI). A contratação de 300 exames mensais, disponibilizados para a população através do Sistema Único de Saúde (SUS), também se encontra em negociação com a prefeitura municipal.

Fonte: Diário da Manhã

Foto: Divulgação/UCPel