BB lucra R$ 13 bi, fecha agências e corta postos

images (1)

O Banco do Brasil obteve lucro líquido de R$ 13,22 bilhões nos nove primeiros meses do ano. No terceiro trimestre, o salto foi de 33,5%, chegando a R$ 4,5 bilhões. Os números derrubam as teses daqueles que defendem a privatização, embora o governo Bolsonaro ignore e continue a desmontar a instituição.

Os dados mostram. O quadro de pessoal segue reduzindo. Uma tendência já observada desde o golpe jurídico-midiático-parlamentar de 2016. Em um ano, 3.360 funcionários foram desligados. O número de agências também apresenta queda, saiu de 4.147 para 3.684. Quer dizer, menos 463 unidades bancárias.

A medida prejudica toda a nação. Mesmo aquelas pessoas que não têm vínculo direto com o banco. O BB é a instituição da agricultura familiar, responsável por levar comida para 80% dos lares brasileiros. 

Outros dados divulgados na quinta-feira (07/11) mostram a importância da instituição para o crescimento do país. O retorno sobre o patrimônio líquido atingiu 18%, alta de 0,4 ponto percentual em relação ao trimestre anterior. A carteira de crédito permaneceu estável no trimestre. A receita de prestação de serviços subiu 8,7% em relação a 2018. 

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia