Verbas públicas para Globo subiram 63% 

clt-globo-temer-eua1485115189
A mesma imprensa que no governo Lula passava o pente fino na publicidade federal, parece ter esquecido de fazer o monitoramento dos custos na gestão Temer. A grande mídia não expõe, mas os gastos publicitários da Presidência da República e dos ministérios, na Globo, subiram R$ 52 milhões em 2017, alta de 63% em relação a 2016 e de 77% sobre 2015.

Logo após o golpe de 2016, uma das primeiras atitudes de Temer foi suspender as verbas de publicidade destinadas à mídia alternativa, que sempre fez o importante papel de se contrapor à mídia comercial, ligada ao grande capital.

Se para a Globo não falta dinheiro, quando se trata de melhorias para a população é bem diferente. O governo Temer decidiu cortar investimentos em áreas da saúde pública. No caso do saneamento básico, a queda foi extremamente brusca. De R$ 1,4 bilhão em 2017 para R$ 16,5 milhões previstos em 2018. Uma inversão de prioridades.

SBBA