Contraf-CUT é contra Programa de Adequação dos Quadros do BB

bb03copy-708×350

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) é contrária à abertura do Programa de Adequação dos Quadros (PAQ) no Banco do Brasil, anunciada nesta segunda-feira (7), para 300 funcionários da direção geral.

“Os resultados astronômicos apresentados pelo BB em 2021 são fruto de uma gestão do enxugamento do quadro de funcionários e do número de agências, submetendo àqueles que são mantidos a pressões cada vez maiores para alcançar as metas”, observa o coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), João Fukunaga, ao se referir ao lucro de R$ 21 bilhões, alcançado pela instituição no ano passado. “Esses resultados também afetam os clientes, que precisam superar filas cada vez maiores nos atendimentos. Por isso, defendemos mais contratações, e não a redução do quadro de funcionários”, completou.

Fukunaga ainda lembrou que os concursos realizados recentemente pelo banco atenderam a uma demanda pontual por pessoal, mas não foram capazes de aliviar o déficit gerado pela demanda de atendimento.

Fonte: Contraf-CUT