CEE/Caixa reivindica prorrogação do trabalho remoto na empresa

Design sem nome (12)

A  manutenção do trabalho remoto para pessoas com comorbidades na Caixa é fundamental para garantir a segurança e a saúde dos empregados e dos clientes. Para exigir essa medida preventiva, a Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa) enviou e-mail, nesta última quarta-feira (29), para a Geret (Gerência Nacional de Relações Trabalhistas), em que defende a manutenção do home office “para continuar protegendo a vida dos colegas e evitando a superlotação das unidades”.

“A continuidade do trabalho foi prorrogada para o dia 31 de dezembro, mas está claro que a pandemia não só não acabou, como já existem novas variantes e estamos vendo o número de casos aumentar, sem contar nem existe espaço físico para todos os empregados retornarem”, afirmou a coordenadora da CEE/Caixa, Fabiana Uehara, ao defender a prorrogação.

Fonte: Fenae