Comando consegue avanço na PPR para escriturários do Banrisul

Design sem nome (3)

A avaliação do Comando Nacional dos Banrisulenses é de que a Proposta do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) do Programa de Participação nos Resultados (PPR) avançou ao ponto que faltava na reunião de ontem, terça-feira, 28/12. Ficou acertado com a direção do Banrisul um aumento de 50% no multiplicador da PPR daqueles que formam a base da pirâmide do Banrisul, predominantemente os escriturários.

Na quinta-feira, 6 de janeiro, haverá uma Plenária Geral de Esclarecimento para tirar dúvidas sobre a proposta de ACT do PPR. As assembleias ocorrerão no dia seguinte, sexta-feira, 7 de janeiro. As duas datas e o cronograma foram aprovados por unanimidade pelo Comando Nacional dos Banrisulenses.

Com esse avanço, dirigentes que compõem o Grupo de Trabalho do PPR foram para reunião com todos os integrantes do Comando Nacional dos Banrisulenses para dizer que a proposta é defensável em assembleias. O encontro virtual ocorreu logo após a reunião com a diretoria do Banrisul.

Este ACT de PPR terá duração de um ano. Por isso, será importante que os(as) colegas que atuam nas agências falem com seus dirigentes sindicais durante a vigência, tirem dúvidas e tragam dados para subsidiar os sindicatos de informações para posterior aperfeiçoamento, uma vez que, caso seja aprovado em janeiro próximo (de 2022), o acordo deverá ser renovado em janeiro de 2023, em novas rodadas de negociações entre o Comando e a direção do banco.

Outra questão fundamental e que se transformou no espírito da reta final da reunião diz respeito à tarefa de sempre dos colegas do Banrisul. Diante das ameaças, essa estruturação do sistema de Participação nos Resultados é importantíssima para reorganizar o sistema de trabalho dos banrisulenses, o que fortalece o Banrisul público.

Atenção para as etapas da nossa decisão sobre o ACT de PPR do Banrisul

1) Mesa de negociação começou em outubro parta debater cada ponto do ACT do PPR do Banrisul.

2) Redação da minuta de proposta, após a construção de consenso entre integrantes do Comando Nacional dos Banrisulenses, pelas assessorias jurídicas do banco e das entidades representantes dos Banrsiulenses.

3) Distribuição da proposta de Acordo Coletivo nos canais de informação das entidades representativas com a redação fechada para leitura e informação dos Banrisulenses.

4) Plenária de Esclarecimento na quinta-feira, 6/1, vai chamar os Banrisulenses de todo o Estado para informar e tirar dúvidas sobre a minuta de Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) do PPR do Banrisul.

5) Assembleias são marcadas para que os Banrisulenses decidam sobre o ACT do PPR na sexta-feira, 7/1.

O Comando Nacional aprovou por unanimidade a indicação de aceitação da proposta nas assembleias.

Fonte: Imprensa SindBancários / Texto: Clóvis Victoria, com edição SEEB Pelotas e Região