Triste realidade: Brasil só lidera na desigualdade

IMAGEM_NOTICIA_3

Sob o governo Bolsonaro, o Brasil está afundando. A desigualdade cresce mais no país do que no restante do mundo na pandemia de Covid-19. O desempenho brasileiro nas esferas de saúde, educação e meio ambiente foi o pior do que o de outros 40 países. 

Além disso, a deterioração social foi mais forte entre a população de renda mais baixa. É o que aponta a FGV (Fundação Getúlio Vargas). Os dados mostram ainda que na educação, a satisfação dos 40% mais pobres caiu 22% no Brasil e 2,38% no mundo. Já na saúde, houve queda de 10,5% entre os brasileiros mais pobres e alta de 2,28% nos demais países.

No entanto, a situação se inverte entre os 40% mais ricos. A satisfação subiu 0,5% e em outros países caiu 0,8%. Em relação às políticas ambientais, o Brasil apresentou piora em todas as faixas de renda, enquanto melhorou no restante do mundo.

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia (SBBA), com edição SEEB Pelotas e Região