Lucro do Banrisul aumenta 48,6% e supera R$ 560 milhões

Design sem nome (54)

O lucro líquido ajustado do Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul) atingiu R$ 560,8 milhões no 1º semestre de 2021, alta de 48,6% em relação ao mesmo período de 2020 e de 1,1% no trimestre (o resultado do banco no 2º trimestre atingiu R$ 281,9 milhões). A rentabilidade (Retorno sobre o Patrimônio Líquido ajustado do banco – ROE) foi de 13,2%, com aumento de 3,8 pontos percentuais (p.p.) em doze meses.

De acordo com o relatório do banco, analisado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o resultado foi “impactado pela redução da margem financeira e das despesas administrativas, assim como pela queda nos fluxos das despesas com provisões para perdas de crédito, as chamadas PDD, além do aumento de outras receitas e despesas ajustadas e do maior volume de tributos sobre o lucro”.

O índice de inadimplência para atrasos superiores a 90 dias foi de 2,23%, queda de 1,31 p.p. em doze meses. Diante disso, as despesas com crédito de liquidação duvidosa (PDD) totalizaram R$ 348 milhões, redução de 55,4%.

Tarifas X desemprego e redução de despesas

As despesas com pessoal, acrescidas da Participação nos Lucros e/ou Resultados (PLR) caíram 6,3% em doze meses, atingindo R$ 978 milhões, enquanto as receitas de prestação de serviços e de tarifas bancárias caíram apenas 0,1%, totalizando R$ 961 milhões. Assim, a cobertura das despesas de pessoal pelas receitas de prestação de serviços e tarifas foi de 98,26%, no período.

Ao final do 1º semestre de 2021, o banco contava com um quadro de 9.156 empregados, redução de 1.060 postos de trabalho no ano. A rede de agências do banco foi reduzida em 14 unidades e foram fechados 29 postos de atendimento, entre bancários e eletrônicos.

Ativos

Os ativos totais cresceram 13,3% em doze meses, totalizando R$ 98,1 bilhões. O patrimônio líquido também se expandiu, em 5,3% no período, alcançando R$ 8.7 bilhões. A carteira de crédito total cresceu 1,9% em relação a junho de 2020, com queda de 0,6% no trimestre, totalizando a R$ 36,6 bilhões (a carteira de crédito representa 37,4% do total de ativos do Banrisul). A carteira pessoa física totalizou R$ 21,862 bilhões, com alta de 2,5% em doze meses. As operações voltadas para pessoa jurídica tiveram leve alta de 3,5% no período, somando R$ 6,198 bilhões.

Veja abaixo a tabela resumo do lucro elaborada pelo Dieese:

Fonte: Contraf-CUT