Bancos negam crédito para quem tem menor renda

Design sem nome (32)

A democratização das concessões de crédito no Brasil ainda está muito longe do ideal. Com as dificuldades impostas pela pandemia e a gestão ultraliberal de Bolsonaro, muita gente precisa recorrer aos bancos para garantir a sobrevivência. Mas, para os cidadãos com menor renda, a resposta é sempre não. 

De acordo com levantamento do Serasa, os bancos chegam a negar 44% das solicitações de acesso a empréstimos, financiamentos e outras concessões financeiras para quem ganha menos de cinco salários mínimos por mês (R$ 5.500,00). Quando se trata das pessoas que recebem acima desse valor, o índice cai para 18%.

Dos 2.068 entrevistados na pesquisa, a maioria (79%) afirmou que usou algum tipo de crédito na pandemia. O cartão de crédito foi o mais utilizado por 62% dos brasileiros para comprar, sobretudo, itens essenciais como produtos de higiene pessoal e alimentos, que estão cada vez mais caros, diga-se de passagem. A inflação acumulada nos últimos 12 meses chega a 8,35%. Ou seja, quem mais precisa de dinheiro está no “limbo” do sistema financeiro.  

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia (SBBA)