Novo mapa aponta alto risco de esgotamento da capacidade hospitalar no RS

20210115-15171235_1924208_gdo

O Rio Grande do Sul segue com alto risco de esgotamento da capacidade hospitalar e alta velocidade de propagação do coronavírus, apontou o mapa da 37ª rodada do modelo de Distanciamento Controlado do Estado, divulgado na última sexta-feira (15/1). Das 21 regiões Covid, apenas uma, Caxias do Sul, recebeu bandeira laranja. As demais receberam bandeira vermelha, que aponta alto risco epidemiológico.

De acordo com o novo levantamento, para o total do Rio Grande do Sul, houve leve redução no número de confirmados em leitos clínicos (-4%) e em UTI (-3%), embora os números ainda sejam bastante expressivos – 1.102 em leitos clínicos e 847 em UTIs. Um dos piores indicadores é o número de óbito por Covid-19, que aumentou 18% entre as duas últimas quintas-feiras (de 421 para 497).

Mesmo com a expansão da rede de atendimento iniciada pelo governo do Estado em hospitais e municípios, devido ao aumento dos internados por outras causas, houve pequena elevação, nesta semana, no número total de leitos de UTI ocupados.

A equipe responsável pelo levantamento e monitoramento de dados do Distanciamento Controlado chama a atenção para o elevado crescimento de novos registros de hospitalizações por Covid-19 nos últimos sete dias, por local de residência, em algumas regiões.

Em Taquara, o número de internações aumentou, passando de 14 para 21 (50%) Santo Ângelo teve aumento de 12,7%; Guaíba de 10,7%; Pelotas, 10,7%; Cruz Alta, 7,1%; Santa Rosa, 6,7%; e Novo Hamburgo, 3,9%.

(*) Confira aqui o relatório completo do mapa da 37ª rodada do modelo de Distanciamento Controlado

Fonte: Sul 21