Desemprego bate novo recorde no Brasil

carteira-de-trabalho-1434640057696_615x300

Sem ação do governo Bolsonaro e perspectivas de fim da pandemia de Covid-19, a cada dia, mais pessoas ficam vulneráveis com a perda de postos de trabalho. A taxa de desemprego no país voltou a subir e atinge 14,6% no trimestre encerrado em setembro. Segundo o IBGE, este é o novo recorde, que corresponde a 14,1 milhões de pessoas em busca de uma vaga.

De acordo com a pesquisa, mais 1,3 milhão de pessoas entraram na fila em busca de emprego em apenas três meses. A taxa de desemprego já tinha batido recorde neste ano. Em agosto atingiu14,4%.

O que torna o cenário mais desesperador é que nesta época do ano costumam ter vagas temporárias, uma oportunidade de ser efetivado no futuro. Porém, sem o incentivo do governo, empresários não têm realizado novas contratações, impedindo que a taxa de desemprego diminua no país e a economia volte a crescer. 

Fonte: SBBA