Covid-19 em Pelotas: falta empatia com os profissionais da saúde e atenção com idosos

Design sem nome (25)

Semanalmente, a Prefeitura de Pelotas divulga os dados apresentados pelo Observatório de Segurança Pública, com o perfil dos grupos com maior número de contaminados pela covid-19, no município. Profissionais da saúde e aposentados têm aparecido, invariavelmente, como os mais afetados pela contaminação da doença.

Esse quadro precisa servir de alerta para a Prefeitura e para o restante da população. O Sindicato dos Bancários – somado a outros movimentos sociais da cidade – já se manifestou, publicamente, exigindo maior rigidez, por parte do Poder Público, nas medidas de segurança e combate à disseminação da doença.

Além de clamar por um olhar mais atento às necessidades dos servidores públicos da área da saúde, os diretores do Sindicato ressaltam a importância de se redobrarem os cuidados nas agências bancárias, já que, com o aumento da flexibilização das medidas de segurança, aumentou, também, o fluxo de clientes, sendo que muitos desses são idosos.

Nas últimas semanas, Pelotas tem passado por momentos de insegurança nas regras de controle da disseminação da doença, já que a Prefeitura tem atendido aos critérios adotados pelo Programa de Distanciamento Controlado do Governo do Estado, sem qualquer tipo de contestação. A principal crítica dos diretores do Sindicato se dá, justamente, em função disso: uma visível contemporização com os protocolos de segurança durante o período de campanha eleitoral.

Seeb Imprensa Pelotas

Arte: Seeb Pelotas