Idosos estão entre os grupos com maior incidência de contaminação por coronavírus em Pelotas

idosos cert

De acordo com o boletim divulgado pela Prefeitura de Pelotas, nesta terça-feira (8), a cidade já contabiliza 97 óbitos em decorrência do covid-19. São 2.983 pessoas infectadas, no município, sendo que 103 exames ainda aguardam análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Estado do Rio Grande do Sul (Lacen). Entre os três grupos com maior número de infectados pelo coronavírus, no município, aparecem os aposentados, que merecem atenção especial de todos, na preservação de suas vidas.

Perfil dos infectados

Em um levantamento, realizado pelo Observatório de Segurança Pública, a partir das informações repassadas pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Pelotas, o perfil dos contaminados, na cidade, indica que a maioria dos infectados são os profissionais da saúde (23,7%) e os comerciários (18,9%). No entanto, o aumento de contágio, em um terceiro grupo – dos aposentados (12,6%) -, preocupa.

Os dados, que foram contabilizados com base nas informações coletadas até o dia 3 de setembro, reforçam o perfil que vem sendo traçado desde os primeiros levantamentos, mas liga um sinal de alerta, para toda a comunidade de Pelotas, no cuidado que deve se ter com relação a população idosa.

Um boletim epidemiológico, divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde, ainda no mês de julho, apresentava uma taxa de letalidade de 11,6%, em se tratando de pessoas na terceira idade, sendo que este índice caia para 2,3% se consideradas todas as faixas etárias infectadas.

O distanciamento social tem sido preconizado por todos os órgãos de saúde como a melhor forma de prevenção, embora não seja incomum encontrar aposentados pelas ruas centrais de Pelotas e, também, em bancos. O Sindicato dos Bancários reforça a importância de que toda a família some esforços na prevenção do contágio dos idosos, procurando evitar que estas pessoas se desloquem para os bancos, mas, em caso de extrema necessidade, que o façam acompanhados, com a devida proteção, e atendendo todas as orientações de prevenção estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

SEEB Imprensa Pelotas

Foto: Eduardo Menezes